17 de dezembro de 2019

SAXON - STRONG ARM OF THE LAW (1980)



Strong Arm of the Law é o terceiro álbum de estúdio da banda britânica Saxon. Seu lançamento oficial aconteceu em 1º de setembro de 1980, através do selo Carrere Records. As gravações ocorreram entre maio e agosto de 1980, no Ramport Studios, em Londres, na Inglaterra. A produção ficou por conta de Pete Hinton e do próprio Saxon.



O ótimo Saxon retorna pela terceira vez ao RAC, com mais um de seus álbuns emblemáticos. Brevemente, como é a tradição do Blog, irá se contextualizar o lançamento do trabalho antes do ‘obrigatório’ faixa a faixa.

Wheels of Steel

Em 5 de maio de 1980, o Saxon lançava Wheels of Steel, seu segundo álbum de estúdio.

O RAC já tratou deste disco e o leitor pode encontrar o post aqui.

As clássicas “747 (Strangers In The Night)” e “Wheels Of Steel” foram lançadas como singles, fazendo um bom ‘barulho’, alcançando as 13ª e 20ª posições da principal parada britânica desta natureza.

Isto elevou Wheels of Steel ao ótimo 5º lugar da parada britânica de álbuns!

Além disso, a mídia especializada recebeu muito bem o trabalho e, nos dias atuais, o disco é reconhecido como um dos pilares da NWOBHM.

Sequência

Com o sucesso de Wheels of Steel, a popularidade do Saxon aumentou substancialmente e a banda logo saiu em turnê.

Em 16 de agosto de 1980, o grupo fez uma memorável apresentação na primeira edição do famoso festival Monsters of Rock e, pouco depois, apareceu no famoso programa da TV britânica BBC, Top of the Pops, com a canção “Wheels of Steel”.

Para não deixar o sucesso arrefecer (nem a veia criativa), tão logo Wheels of Steel foi lançado, o conjunto já começou a preparar o seu sucessor.

Graham Oliver

Strong Arm of the Law

Já no final do maio, o Saxon se reuniria Ramport Studios, em Londres, na Inglaterra, para começarem a gravar seu terceiro álbum de estúdio, Strong Arm of the Law.

Nesta época, o Saxon era formado pelo vocalista Biff Byford, os guitarristas Graham Oliver e Paul Quinn, o baixista Steve Dawson e o baterista Pete Gill.

O produtor Pete Hinton foi chamado novamente para auxiliar o grupo na produção do disco. As gravações se estenderiam até agosto de 1980, acontecendo nas pausas entre os compromissos da banda.

Strong Arm of the Law seria lançado em 1º de setembro de 1980, menos de 4 meses após o lançamento de Wheels of Steel.

Vamos às faixas:

HEAVY METAL THUNDER

A vinheta com sons característicos de uma tempestade prenunciam a verdadeira paulada que abre os trabalhos. "Heavy Metal Thunder" faz jus a seu nome, sendo um hino da NWOBHM. Forte, agressiva e intensa até o osso! Clássico.

A letra é uma ode ao Heavy Metal:

Pull your head back
Hold your hands high
Shake your body
If it's too loud
And your brain hurts
Fill your heads with heavy metal thunder
Heavy metal thunder




TO HELL AND BACK AGAIN

"To Hell and Back Again" é um delicioso Metal que bebe fartamente na riquíssima fonte do Judas Priest setentista. Ou seja, o riff principal é pesado, mas dotado de um ritmo malicioso cativante. Vocais excelentes de Byford.

A letra fala de um condenado:

The chaplain and the gardener
Have told me how to die
I've used up all my chances
Now's the time to cry
For I can hear the footsteps
The lights have just gone dim
I'm on the final journey




STRONG ARM OF THE LAW

A faixa-título é um verdadeiro hino da banda, contendo o DNA brutal do Saxon. Mais lenta e mais cadenciada, a faixa, entretanto, não perde em nada nas questões de peso e de intensidade. Que paulada!

A letra fala sobre uma perseguição policial:

Into the night came a blue flashing light
A blast from the siren to make sure
But it came to a stop behind the motorway cop
Who'd been tailing us for more than an hour



“Strong Arm of the Law” é um clássico atemporal do Saxon!

A faixa foi lançada como single, atingindo a 63ª colocação da principal parada britânica desta natureza.

De acordo com o guitarrista Graham Oliver, a faixa-título foi inspirada por um incidente em que a banda estava dirigindo em Whitehall e, posteriormente, foi parada e revistada pelos seguranças da então primeira-ministra britânica, Margaret Thatcher.



TAKING YOUR CHANCES

"Taking Your Chances" é quase um proto-Thrash Metal, dada à virulência de seu riff inicial e do tom frenético com que se desenvolve. Faixa impressionante!

A letra fala sobre o fim de um relacionamento:

Well I know that you're proud
And you love me to the bone
When it's better for you to go
You don't stay home



20,000 FT.

Esta música possui uma influência inconfundível, fruto da turnê que o Saxon fez junto com o Motörhead. À exceção dos vocais, a canção parece retirada diretamente de Bömber o que se revela muito legal!

A letra pode ser interpretada como um amante da aviação:

If it's faster than light
Sharper than steel
I'll race across the ceiling of the world
Just like a gun
Aiming at the sun
Riding in my bird of silver steel




HUNGRY YEARS

"Hungry Years" é um verdadeiro Blues Metal de primeiríssima linha, com destaque para o baixo inspirado de Steve Dawson. Sensacional!

A letra tem um sentido de voracidade:

They read under the lights
To the jews and to the whites
The systems gonna change and understand them
The business world is deep
For a percentage of the heat
There was magic in the eyes
They couldn't see the lies
They watched it slowly die



SIXTH FORM GIRLS

Já em "Sixth Form Girls", o grupo opta por uma música mais básica do padrão NWOBHM, mas com um resultado igualmente empolgante. Biff continua com vocais ótimos e as guitarras dão show.

A letra possui um aspecto de rebeldia juvenil:

Sixth form girls they're looking good
Skin tight jeans
They're out for fun
They drink wine late at night



DALLAS 1 PM

A oitava - e última - faixa de Strong Arm of the Law é "Dallas 1 PM". Heavy Metal até o fim, pesada, densa e intensa, a atmosfera de "Dallas 1 PM" fornece uma síntese da banda maravilhosa que o Saxon sempre foi. Clássica é pouco para defini-la.

A letra menciona um atentado:

The shooting stunned as I seemed to run
Is he dead, no-one will say
Around the world the news was flashed
We sat and watched your tragic history

“Dallas 1 PM” é outro clássico do Saxon.

A canção foi o outro single retirado de Strong Arm of the Law, mas não causou maiores repercussões em termos de paradas de sucesso.

“Dallas 1 PM” versa sobre o assassinato de John F. Kennedy, presidente dos Estados Unidos. “Nós pensamos: 'Devemos colocar um tiro lá ou devemos colocar três?'”, Lembrou o vocalista Biff Byford. “No final, descemos a rota da teoria da conspiração e colocamos três tiros”, finalizou o vocalista.



Considerações Finais

Strong Arm of the Law manteve a curva ascendente de sucesso do Saxon e é tido por uma parte dos fãs como o seu melhor álbum!

O disco atingiu a 11ª posição da parada britânica desta natureza, conquistando a 37ª colocação em sua correspondente sueca.

A crítica especializada tem o álbum em alta conta. O jornalista canadense Martin Popoff, em seu The Collector's Guide to Heavy Metal: Volume 2: The Eighties, dá ao álbum uma nota 7 (em 10).

Já Eduardo Rivadavia, do site AllMusic, em uma crítica contemporânea, aplica a nota 4,5 (em 5) ao disco, apontando: “Desta vez, em vez de motores de motocicleta acelerando, é trovão e relâmpago lançando o álbum de forma verdadeiramente bombástica através do embrião do Thrash “Heavy Metal Thunder”. E logo fica claro que o Saxon havia aprendido um pouco de sua recente turnê pela Inglaterra com o Motörhead, porque os hinos de quebrar o pescoço como “To Hell e Back Again”, “Taking Your Chances”, a muito desobediente “Sixth Form Girls” e a altíssima “20,000 FT” apenas continuam chegando ao ouvinte, a toda velocidade”.

Por fim, Rivadavia conclui: “Em suma, como havia sido o caso com Wheels of Steel, todos os ingredientes certos praticamente se encaixaram para o Saxon neste disco incrível, e apesar de ter faltado tantos sucessos como seu antecessor (ou seja, “Motorcycle Man”, “747”, e “Wheels of Steel”), a consistência inigualável de Strong Arm of the Law, do começo ao fim, faz dele o álbum definitivo do Saxon aos olhos de muitos fãs e críticos”.

Turnês esgotadas na Europa e no Reino Unido se seguiram, com o álbum estourando em vários países europeus. A banda também ganhou grande sucesso no Japão, onde o single “Motorcycle Man” (de Wheels of Steel) ficou nas paradas por quase 6 meses.

O quarto álbum do grupo sairia em 1981, com Denim And Leather.



Formação:
Biff Byford - Vocal
Graham Oliver - Guitarra
Paul Quinn - Guitarra
Steve Dawson - Baixo
Pete Gill - Bateria

Faixas:
01. Heavy Metal Thunder (Byford/Oliver/Quinn/Dawson/Gill) - 4:20
02. To Hell and Back Again (Byford/Oliver/Quinn/Dawson/Gill) - 4:44
03. Strong Arm of the Law (Byford/Oliver/Quinn/Dawson/Gill) - 4:39
04. Taking Your Chances (Byford/Oliver/Quinn/Dawson/Gill) - 4:19
05. 20,000 Ft. (Byford/Oliver/Quinn/Dawson/Gill) - 3:16
06. Hungry Years (Byford/Oliver/Quinn/Dawson/Gill) - 5:18
07. Sixth Form Girls (Byford/Oliver/Quinn/Dawson/Gill) - 4:19
08. Dallas 1 PM (Byford/Oliver/Quinn/Dawson/Gill) - 6:29

Letras:
Para o conteúdo completo das letras, recomenda-se o acesso a: https://www.letras.mus.br/saxon/

Opinião do Blog:
Uma das bandas símbolos do Heavy Metal, é bom ver o Saxon retornar ao RAC.

Com uma formação que dispensa maiores comentários e totalmente entrosada e azeitada, o grupo é liderado pelo excelente vocalista Biff Byford, o qual traz sua potente voz e sua interpretação apaixonada como marcas do álbum.

Strong Arm of the Law é um álbum de Heavy Metal, refletindo todo o poder e toda a qualidade da chamada NWOBHM, ou seja, canções pesadas, intensas e diretas, mas que, simultaneamente, jamais abrem mão das melodias.

As letras são acima da média. Confira!

Sem faixas desnecessárias ou de enchimento, Strong Arm of the Law é um desfile de pérolas do Metal. As preferidas do RAC são "20,000 FT", "Heavy Metal Thunder" e a faixa-título.

Concluindo, Strong Arm of the Law é uma pérola do Metal tradicional, símbolo da NWOBHM e um disco obrigatório para fãs do estilo. Um verdadeiro conjunto de canções que definem perfeitamente o que há de melhor neste estilo executadas por uma das melhores bandas desta vertente: o Saxon.

0 Comentários:

Postar um comentário