ANTHRAX - AMONG THE LIVING (1987)



Among The Living é o terceiro álbum de estúdio da banda norte-americana de Thrash/Heavy Metal chamada Anthrax. Seu lançamento ocorreu no dia 22 de março de 1987 com a produção do álbum sendo feita pela própria banda com o auxílio do consagrado produtor Eddie Kramer, que trabalhou com KISS, Beatles, Stones só pra citar alguns. O álbum foi gravado entre outubro e novembro de 1986.

O Anthrax é uma banda de Nova Iorque, nos Estados Unidos, e foi formada em 1981, pelos guitarristas Scott Ian e Danny Lilker e é considerada uma das bandas que formam o “Big 4”, ou seja, as quatro grandes bandas do Thrash Metal norte-americano, junto a Metallica, Slayer e Megadeth.

Ian e Lilker viram o nome “Anthrax” em um texto biológico que tratava de doenças e acharam que seria um nome “suficientemente” maligno. A banda ainda seria formada pelo baixista Kenny Kushner e o baterista Dave Weiss.

Rapidamente o baixista Kushner foi considerado inapropriado pela banda e foi substituído por outro baixista, Paul Kahn, que também durou pouco tempo no Anthrax. Lilker, então, assume o baixo e o guitarrista Greg Walls assume a guitarra solo. Logo após o baterista Dave Weiss deixa a banda e assume seu lugar Greg D’Angelo.

Vários vocalistas passam pelo conjunto e quem acaba se fixando como tal foi Neil Turbin, que assume a posição por volta de agosto de 1982.

Turbin faz sua primeira apresentação com o Anthrax em setembro de 1982 e esta formação prossegue se apresentando ao vivo em Nova Iorque e New Jersey.

Já em 1983, é a vez do guitarrista Greg Walls deixar o conjunto, sendo rapidamente e provisoriamente substituído pelo guitarrista Bob Berry, conhecido do vocalista Turbin. A vaga então fica com o guitarrista Dan Spitz, que havia tocado em outra conhecida banda de Thrash Metal, o Overkill, de New Jersey. Com Turbin, Ian, Spitz, Lilker e D’Angelo a banda grava uma demo.

Em setembro de 1983, mais uma mudança na formação da banda. O baterista Greg D’Angelo deixa a banda sendo substituído por Charlie Benante. Com Benante, a banda grava o single “Soldiers Of Metal”, produzida pelo guitarrista do Manowar, Ross The Boss.

Este single é o responsável pelo Anthrax conseguir um contrato com o selo da Megaforce Records para a gravação de seu primeiro álbum. Ainda em 1983 a banda grava Fistfull Of Metal, que é lançado em janeiro de 1984, e seguido por uma turnê de divulgação.

Depois disso, começam a surgir tensões entre o baixista Danny Lilker e o restante da banda, primeiramente por ele não ter ajudado financeiramente no aluguel para um ensaio e, mais tarde, por sua falta de conduta profissional. Assim Lilker é demitido da banda, sendo substituído pelo sobrinho do baterista Charlie Benante, Frank Bello. Danny Lilker formaria outra boa banda, o Nuclear Assault.

Em agosto de 1984 o vocalista Neil Turbin é demitido da banda. O grupo chega até se apresentar como quarteto, com Scott Ian nos vocais, fazendo várias versões de canções de hardcore/punk.

O novo vocalista faz sua estreia em fevereiro de 1985, Joey Belladonna. A banda lança um EP chamado Armed And Dangerous, que continha faixas ao vivo de 1984 e as canções do single “Soldiers Of Metal”.

Ainda em 1985, Scott Ian e Charlie Benante voltariam a se juntar a Danny Lilker para colaborarem com o vocalista Billy Milano a fim de produzirem um álbum satírico chamado Speak English Or Die, com a banda sendo nomeada Stormtroopers Of Death.

Continuando em 1985, o Anthrax lança seu segundo, e ótimo, álbum Spreading the Disease. O álbum alcança boa repercussão, permitindo a banda excursionar nos Estados Unidos e também pela Europa.

Já no final de 1986, o Anthrax entra em estúdio para gravar seu terceiro álbum de inéditas, Among The Living. O álbum apresenta uma revolução na banda: o desenvolvimento de conteúdo lírico apostando no bom-humor e em temas variados, como filmes, quadrinhos e a literatura de Stephen King.

Além disso, a banda deixa para trás o visual típico das bandas oitentistas de heavy metal, com roupas de couro, coturnos, e afins e aposta em um visual mais leve.

A arte da capa de Among The Living destaca uma imagem do Reverendo Henry Kane, personagem de destaque da série de filmes Poltergeist, dando uma indicação da nova fase que o Anthrax desenvolveria.

O álbum também apresenta as últimas músicas que possuem contribuições do ex-baixista Danny Lilker como compositor, mesmo tendo ele deixado a banda em 1984.

A brilhante faixa homônima ao álbum abre o trabalho, “Among The Living”. Apresenta um típico riff de Thrash Metal dos anos oitenta feito nos Estados Unidos. Destaque para o trabalho excelente de Charlie Benante na bateria e para o solo de Dan Spitz.

A letra de “Among The Living” é baseada no romance de Stephen King, The Stand (no Brasil, A Dança da Morte). Nas letras da canção, "The Walkin Dude", refere-se ao vilão do romance, Randall Flagg, e há clara referência ao vírus que mata a maioria das pessoas no livro em: "Disease! Disease! Spreading the disease!\With some help from Captain Trips\He'll bring the world down to its knees".

A segunda faixa é um clássico da banda, a ótima “Caught In A Mosh”. O baixo de Fran Bello faz um ótimo trabalho por toda a música assim como, novamente, a bateria de Charlie Benante, outra faixa bem thrash metal. O refrão é ótimo.

Na eleição do canal VH1 das 40 melhores músicas de Heavy Metal, “Caught In A Mosh” ficou com a 29ª posição. Assim como “Among The Living”, também é uma música “jogável” nos games da série Rock Band.

Mantendo o peso e o traço inequívoco de Thrash Metal do álbum, “I Am The Law” é a terceira faixa e mantém a mesma pegada, embora seja ‘menos’ rápida, portanto, mais cadenciada. Apresenta ótimos vocais de Joey Belladonna. Mais uma ótima canção.

“I Am The Law” é inspirada no personagem dos quadrinhos Judge Dredd, que possui até filme estrelado por Silvester Stallone.

A quarta música do álbum é "Efilnikufesin (N.F.L.)", que significa “nise fukin life” (ou seja, nice fucking life). Mais uma música que mantém o mesmo ritmo do início do álbum, com um ótimo riff bem marcante.

Liricamente, a canção é inspirada na vida e morte do ator John Belushi, famoso comediante que ficou conhecido nos Estados Unidos como membro do programa humorístico “Saturday Night Live”. John morreu aos 33 anos de idade, vítima de uma overdose por cocaína e heroína.

Mais uma ótima faixa bem thrash metal, “A Skeleton in the Closet” apresenta um ótimo riff, com muito peso e ótimos vocais de Belladonna. As letras são inspiradas no conto de Stephen King “Apt Pupil” (no Brasil, Aluno Inteligente), presente no livro de contos Different Seasons (Quatro Estações).

Outro clássico da banda está presente na sexta faixa do álbum, trata-se de “Indians”. A faixa tem um ritmo contagiante por conta do excelente riff base da canção. Possui um ótimo solo por parte Spitz. A faixa alterna entre alguns excelentes riffs, mais rápidos ou mais cadenciados, mas permanecendo uma aula de heavy metal. Excelente faixa.

“One World” segue a mesma linha de faixas com riffs bem rápidos e pesados e ótimo trabalho da bateria de Charlie Benante. “A.D.I./Horror Of It All” tem uma introdução acústica, com ótimo trabalho no violão por Dan Spitz. Após esta citada introdução, a música se desenvolve com um ótimo riff e excelentes vocais. Mais uma excelente canção.

Encerra o ótimo álbum a faixa “Imitation Of Life”, que na realidade é uma versão da música “Aren’t You Hungry?”, da banda Stormtroopers Of Death, da qual Ian e Benante colaboraram. Possui um ótimo solo, mais uma boa música.

As faixas “I Am The Law” e “Indians” chegaram a serem lançadas como singles, sem maiores repercussões. Mas o videoclipe de “Indians” chegou a ser um dos mais exibidos pela MTV dos Estados Unidos em 1987.

Among The Living foi dedicado ao extraordinário baixista do Metallica, Cliff Burton, morto em um acidente na Suécia em 1986, meses antes do lançamento do álbum.

Para a promoção do álbum, a banda fez extensa turnê, incluindo a ida à Europa, juntamente com as bandas Metal Church e justamente o Metallica, banda do falecido e homenageado Cliff Burton.

Formação:
Joey Belladonna – Vocal
Dan Spitz –Guitarra Solo, Violão
Scott Ian – Guitarra Base, Backing Vocals
Frank Bello – Baixo, Backing Vocals
Charlie Benante – Bateria

Faixas:
01. Among the Living (Belladonna/Spitz/Ian/Bello/Benante) - 5:16
02. Caught in a Mosh (Belladonna/Spitz/Ian/Bello/Benante) - 5:00
03. I Am the Law (Belladonna/Spitz/Ian/Bello/Benante/Lilker) - 5:57
04. Efilnikufesin (N.F.L.) (Belladonna/Spitz/Ian/Bello/Benante) - 4:54
05. A Skeleton in the Closet (Belladonna/Spitz/Ian/Bello/Benante) - 5:32
06. Indians (Belladonna/Spitz/Ian/Bello/Benante) - 5:40
07. One World (Belladonna/Spitz/Ian/Bello/Benante) - 5:56
08. A.D.I./Horror of It All (Belladonna/Spitz/Ian/Bello/Benante) - 7:49
09. Imitation of Life (Belladonna/Spitz/Ian/Bello/Benante/Lilker) - 4:22

Letras:
Para o conteúdo das letras, recomendamos o acesso a: http://letras.terra.com.br/anthrax/

Opinião do Blog:
O Anthrax é uma banda obrigatória para quem gosta de Thrash Metal, especialmente se o leitor gostar de Thrash Metal dos Estados Unidos, como os primeiros álbuns de bandas como Metallica e Megadeth.

Ao longo de sua carreira a banda não teve medo de se arriscar por novas sonoridades, nem sempre tão bem sucedidas, mas com ousadia e criatividade. Foi umas das primeiras banda a tentar a fusão de Heavy Metal com Rap, como na faixa “I’m The Man”, lado B do single de “I Am The Law”.

Among The Living é um excelente álbum, retratando um momento inspirado da banda, com ótimas canções como “Caught In A Mosh”, “I Am The Law”, “Indians” e “Among The Living”. Apresenta ótimos solos por Dan Spitz e com grandes atuações do vocalista Joey Belladonna e do excelente baterista Charlie Benante.

Álbum obrigatório para fãs de música mais pesada e extremamente recomendado pelo blog.

Vídeos Recomendados:

Among The Living, ao vivo


Caught In A Mosh, ao vivo


I Am The Law, ao vivo


Indians, ao vivo


Contato: rockalbunsclassicos@hotmail.com

2 Comentários

  1. Ótimo álbum... achei muito legal a dedicação ao grande baixista que foi Cliff Burton !

    ResponderExcluir
  2. As bandas são bem amigas há muito tempo!

    ResponderExcluir