10 de agosto de 2011

PANTERA - COWBOYS FROM HELL (1990)



Cowboys From Hell é o quinto álbum de estúdio da banda norte-americana de Heavy Metal chamada Pantera. O lançamento ocorreu em 24 de julho de 1990 com a produção de Terry Date. O álbum foi gravado em 1989 no Dallas Sound Lab, em Irving, no Texas, nos Estados Unidos.

O Pantera havia sido formado no início da década de oitenta e possuía uma orientação bastante focada no estilo conhecido nos Estados Unidos como ‘glam metal’, cujos alguns expoentes foram Mötley Crüe, Poison e Twisted Sister.

O Pantera era formado por Vinnie Abbott na bateria, seu irmão Diamond Darrell Abbott na guitarra, Rex Brown no baixo e Terry Glaze nos vocais.

Com esta formação, a banda grava os álbuns Metal Magic (1983), Projects In The Jungle (1984) – neste ponto o vocalista Terry Glaze passa a se chamar Terrence Lee – e I Am The Night, de 1985. Todos com a sonoridade baseada no ‘glam metal’.

O ano de 1986 trouxe ao cenário do Heavy Metal muitos lançamentos importantes, especialmente na cena Thrash Metal norte-americana. Álbuns como Master Of Puppets (do Metallica), Peace Sells... But Who’s Buying? (do Megadeth), Reign In Blood (do Slayer) e Among The Living (do Anthrax, este lançado em 1987), foram marcantes para todos os fãs da sonoridade mais pesada, além de impressionarem fortemente os membros do Pantera.

Assim, o Pantera resolve explorar essa sonoridade para seu próximo lançamento, mesmo que de forma notadamente mais branda. O vocalista Terrence Lee não fica satisfeito com estas intenções e decide deixar a banda.

Após testar alguns vocalistas, o Pantera decide ficar com um cara de Nova Orleans, chamado Phil Anselmo, que fora vocalista das bandas Samhain e Razorwhite. Anselmo possuía um alcance vocal incomparavelmente maior que seu antecessor e possuía muitas influências de consagrados vocalistas de Heavy Metal, como Rob Halford (do Judas Priest) e Eric Adams (do Manowar).

Com esta formação, a banda lança o álbum Power Metal, em 1988. O álbum possui maiores influências de Thrash Metal, mas ainda está calcado na sonoridade glam metal anterior. Assim como os álbuns anteriores, Power Metal foi lançado pelo pequeno selo Metal Magic Records.

Logo após o lançamento de Power Metal, o guitarrista Diamond Darrell fez um teste para ser membro do Megadeth. Só não foi aceito, pois insistiu com o líder do Megadeth, Dave Mustaine, para que seu irmão, o baterista Vinnie Paul Abbott também adentrasse ao grupo. Entretanto, Mustaine havia acabado de contratar um baterista (Nick Menza) e a vaga para a guitarra ficou com o ótimo Marty Friedman.

A sorte do Pantera começa a mudar quando o chefe da Atco Records, um selo importante, Derek Shulman, passa a querer contratar a banda. Ele envia seus representantes Mark Ross e Stevenson Eugenio para assistirem a uma apresentação do grupo. Ross fica tão impressionado com o show que liga na mesma noite para Shulman aprovando a indicação.

Assim a banda conseguiu um contrato coma Atco Records para seu novo álbum. Nele, toda a sonoridade ‘glam metal’ seria definitivamente abandonada e o grupo passaria a apostar em uma sonoridade mais pesada, com bastante groove, e baseada nas linhas do Thrash Metal. Nos Estados Unidos, a nova sonoridade do Pantera ficaria conhecida como ‘Groove Metal’.

A arte da capa do álbum é bastante simples, contando com uma fotografia dos membros da banda dentro de um bar.

Abre o álbum um grande clássico da banda, a música homônima ao disco, “Cowboys From Hell”. A faixa é baseada em um riff magnífico do guitarrista Dimebag Darrell, demonstrando toda a nova sonoridade do grupo.

Foi a primeira música escrita para o álbum. Anselmo conta que quando Darrell mostrou o riff para ele, sentiu imediatamente que isto seria um hino. As letras da música são uma referência para um grupo de caras do Texas, um local não tão conhecido como o berço de bandas do gênero metal, saindo para conquistar o mundo.

“Cowboys From Hell” foi lançada como single e alcançou a 31ª posição da parada norte-americana. Em uma eleição do canal de televisão VH1 das quarenta melhores canções de Heavy Metal a música ficou na 25ª posição.

A influência de Thrash Metal pode ser sentida na segunda faixa de Cowboys From Hell, “Primal Concrete Sledge”. A faixa é uma verdadeira porrada, contando com um riff rápido e um trabalho impressionante da bateria de Vinnie Paul. Ótima faixa. Possui um videoclipe da apresentação da banda em Moscou, da qual se trata mais abaixo nesta resenha.

A terceira faixa do trabalho é “Psycho Holiday”. A música é um pouco mais cadenciada que as faixas anteriores, mesmo tendo bastante peso. Há um videoclipe da música que também foi lançada como single, mas sem obter sucesso. Mesmo assim, é das preferidas dos fãs.

“Heresy” é a quarta faixa do álbum. É mais uma faixa que possui um riff rápido, pesado e conta com ótimo trabalho da bateria de Vinnie Paul. Nesta canção, Phil Anselmo não abusa dos vocais agressivos, apostando mais em agudos.

O grande clássico da banda, “Cemetery Gates” é a quinta faixa do álbum. Certamente, a balada é uma das canções mais famosas e conhecidas do Pantera.

A faixa é belíssima, com um show de Phil Anselmo nos vocais e atuação impressionante de Dimebag Darrell na guitarra, com solos extremamente inspirados, com muito feeling e categoria.

As letras da música se referem ao impacto da morte de uma amiga e a expectativa do reencontro com a pessoa no pós vida. Anselmo afirmou que baseou a música em uma amiga que faleceu, mas trabalhou de forma que não se ficasse muito piegas.

Há um videoclipe para “Cemetery Gates”, mas que decepa a introdução da faixa, para adequar-se à televisão. Um pecado. Lançada como single, alcançou a 18ª posição da parada dos Estados Unidos.

Uma das versões covers mais famosa para a canção foi tocada pelo Dream Theater, na qual há participações de Russell Allen (Symphony X), Burton C. Bell (Fear Factory) e Dave Mustaine (Megadeth).

“Domination” é a sexta faixa de Cowboys From Hell. A música conta com um ótimo riff, inicialmente muito rápido, mas depois se torna mais cadenciado. Há versões da canção por parte das bandas Apocalyptica e Bullet For My Valentine, entre outras. Também possui um videoclipe oficialmente lançado.

“Shattered” mantém o ritmo veloz do álbum, apresentando vocais de Phil Anselmo com fortes influências de Rob Halford. Excelente atuação, mais uma vez, de Vinnie Paul. “Clash With Reality” possui mais um bom riff, sendo uma faixa pesada, mas não tem andamento tão veloz.

A próxima faixa é “Medicine Man” que tem um trabalho de baixo mais destacado por parte de Rex Brown. Conta com mais um inspirado riff por parte de Dimebag, excelente faixa. “Message In Blood” mantém o ritmo do álbum, com outro riff poderoso e destaque para a seção rítmica da banda, com outro trabalho muito bem feito.

“The Sleep” tem uma introdução suave e muito inspirada que se desemboca em um riff típico de Dimebag, pesado e inspirado. Ótima atuação de Anselmo. “The Art Of Shredding” fecha o álbum com mais um ótimo riff de Dimebag em uma canção que combina velocidade e peso de maneira interessante.

A Cowboys From Hell Tour começou com o Pantera tocando com bandas renomadas da cena Thrash Metal, como a lendária banda californiana Exodus e outras apresentações com o Suicidal Tendencies. Em 1991, Rob Halford tocou com a banda no palco em uma apresentação na qual a banda foi abertura para o Judas Priest, em sua primeira viagem à Europa.

Catapultados pelo sucesso do álbum, o Pantera foi escolhido para tocar no famoso show “Monters In Moscow”, que reuniu mais de quinhentas mil pessoas na capital russa para comemorar a abertura política na então União Soviética, com a permissão de bandas do ocidente de se apresentarem no país. Junto aos texanos, tocaram os gigantes Metallica e AC/DC. Infelizmente, o show também ficou famoso pelos incidentes de violência. A apresentação ocorreu meses antes do colapso da União Soviética.

O álbum alcançou uma posição bem modesta na parada norte-americana, 117ª. Entretanto, foi o álbum que fez surgir um novo Pantera e que mostrou o novo, e acertado, caminho pelo qual a banda deveria seguir. Tanto que a banda considera “Cowboys From Hell” como seu álbum de estreia e renega totalmente os lançamentos e a fase anterior, tornando seus quatro primeiros álbuns itens de colecionadores.

Formação:
Philip Anselmo – Vocal
Diamond Darrell – Guitarra, Backing Vocals
Rex – Baixo, Backing Vocals
Vinnie Paul – Bateria

Faixas:
01. Cowboys from Hell (Anselmo/D. Abbott/V. Abbott/Brown) - 4:06
02. Primal Concrete Sledge (Anselmo/D. Abbott/V. Abbott/Brown) - 2:13
03. Psycho Holiday (Anselmo/D. Abbott/V. Abbott/Brown) - 5:19
04. Heresy (Anselmo/D. Abbott/V. Abbott/Brown) - 4:46
05. Cemetery Gates (Anselmo/D. Abbott/V. Abbott/Brown) - 7:02
06. Domination (Anselmo/D. Abbott/V. Abbott/Brown) - 5:04
07. Shattered (Anselmo/D. Abbott/V. Abbott/Brown) - 3:22
08. Clash with Reality (Anselmo/D. Abbott/V. Abbott/Brown) - 5:16
09. Medicine Man (Anselmo/D. Abbott/V. Abbott/Brown) - 5:15
10. Message in Blood (Anselmo/D. Abbott/V. Abbott/Brown) - 5:10
11. The Sleep (Anselmo/D. Abbott/V. Abbott/Brown) - 5:45
12. The Art of Shredding (Anselmo/D. Abbott/V. Abbott/Brown) - 4:19

Letras:
Para o conteúdo das letras, recomendamos o acesso a: http://letras.terra.com.br/pantera/

Opinião do Blog:
Quem viveu a década de noventa mais intensamente no quesito musical ou já estudou como ela se desenvolveu, sabe que o estilo Heavy Metal e suas bandas mais clássicas viveram uma espécie de limbo musical, especialmente a partir de 1993. Bandas como Iron Maiden, Metallica, Black Sabbath e Judas Priest, somente para citar os “monstros sagrados”, passaram por uma fase menos inspirada, mesmo que tenham obtido sucesso comercial.

Embora vertentes mais extremas do Heavy Metal vivessem ótimo momento (por exemplo, Death e Black Metal), o cenário musical era marcado pelas bandas do estilo “Grunge” e pela música pop e suas ‘boys e girls bands’, sem a qualidade de artistas geniais como Michael Jackson.

Foi neste cenário que surgiu o novo Pantera. Desenvolvendo uma identidade musical própria e única, a banda conseguiu um enorme sucesso durante a década e carregou orgulhosamente o nome do Heavy Metal em um cenário musical totalmente adverso. Para se ter ideia do sucesso, Far Beyond Driven, o álbum lançado em 1994, atingiu a primeira posição da parada de álbuns norte-americana.

Embora o Pantera seja uma das principais influências das paupérrimas bandas do famigerado New Metal, a banda tem grande relevância para o cenário Heavy Metal e possuía um dos genuínos guitarristas seguidores do lendário Tony Iommi, Dimebag Darrell Abbott, que era uma verdadeira máquina de compor riffs impressionantes e belos solos. Infelizmente, foi tragicamente assassinado em 2004 em um show com sua banda DamagePlan.

Cowboys From Hell é um álbum clássico de uma banda também clássica, Pantera.

Vídeos Relacionados:

Cowboys From Hell, Moscou 1991


Psycho Holiday


Domination, Moscou 1991


Cemetery Gates


0 comentários:

Postar um comentário